Zé Vaqueiro desabafa após não convidar a mãe para seu casamento Cantor disse que não quer expor feridas por ser uma pessoa pública

ze-vaqueiro-avo
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on google
Share on twitter

O cantor Zé Vaqueiro, 22, fez um desabafo após ver o nome dele na boca do povo. Isso porque a mãe dele, Nara de Sá Marcolino, revelou nas redes sociais que não havia sido convidada para o casamento dele com Ingra Soares.

Após ser muito questionado pelos fãs, o músico resolveu se pronunciar nesta quarta-feira (27). “Ser uma pessoa pública não me obriga a expor minhas feridas”, reclamou. “Espero que as pessoas compreendam e respeitem.”

“É muito fácil julgar o que não viveu”, finalizou. O cantor ainda assinou a mensagem com seu nome de batismo, José Jacson.
Zé Vaqueiro está com Ingra há cerca de dois anos. Do relacionamento, nasceu Daniel, de 1 ano. A mulher do cantor também é mãe de Nicolle, de um relacionamento anterior.

O relacionamento pouco afetuoso com a mãe foi uma surpresa para muitos. Em fevereiro, Nara publicou fotos ao lado do filho e o chamou de “seu bebê”. No último sábado (23), ela parabenizou a nora nas redes sociais pelo aniversário e a agradeceu por cuidar tão bem do filho.
O casamento de Zé Vaqueiro com a empresária Ingra Soares causou polêmica nas redes sociais depois que a mãe do cantor, Nara de Sá, reclamou por não ter sido convidada. Na cerimônia na segunda-feira (25), ele foi acompanhado ao altar pela avó, Leônidas Pereira Lima de Sá.

O caso começou a repercutir entre os seguidores quando Nara de Sá comentou durante a live que transmitiu o casamento: “Que Deus abençoe, meu filho. Se tivesse me convidado, eu tinha ido”.

Zé Vaqueiro já contou sua história ao podcast g1 ouviu e explicou que a mãe era cantora de forró quando estava grávida e na infância do filho . Ele contou que a avó acompanhava seus estudos e gravou os cadernos de escola com suas primeiras letras.

  • Zé Vaqueiro, 22 anos, e Ingra Soares, 31, se casaram em uma cerimônia para 200 pessoas na segunda-feira (25), em Fortaleza.
  • Na transmissão de uma parte da cerimônia, a mãe do cantor, Nara de Sá, entrou e comentou “Que Deus abençoe, meu filho. Se tivesse me convidado, eu tinha ido”.
  • Zé Vaqueiro comentou a polêmica no Instagram nesta quarta-feira (25): “Ser uma pessoa pública não me obriga a expor minhas feridas, espero que as pessoas compreendam e respeitem. É muito fácil julgar o que não viveu”.
  • Ingra Soares escreveu na terça-feira (24): “Eu aguentei muita coisa calada até hoje. Breve, eu irei falar tudo que está engasgado”. Mas ela não voltou a comentar o caso.
  • Quem acompanhou Zé Vaqueiro ao altar foi sua avó, Leônidas Pereira Lima de Sá.
    • Zé Vaqueiro é de Ouricuri, no sertão pernambucano. Ele virou ídolo popular do Brasil com hits de forró romântico como “Volta comigo bb”, “Eu tenho medo” e “Letícia”.
    • A mãe era cantora de forró. Em 1999 ela estava trabalhando muito, mesmo com o Zé na barriga. O bebê resolveu nascer no meio de um show.
    • Ele contou que a mãe continuou excursionando. Eles mantinham contato. Nara convenceu Zé a cantar pela primeira vez em um palco. Ele cantou com ela “Amor perfeito”, de Roberto Carlos.
    • Antes de ser cantor, ele trabalhou vendendo sorvete, na barraca de lanche da avó e, por último, como ajudante em um lava-jato.
    • Zé Vaqueiro indicou na entrevista que era a avó quem acompanhava sua vida escolar. Ele contou que escreveu suas primeiras músicas no caderno de escola. A avó guarda esses cadernos até hoje.
    • Em outras entrevistas, Zé Vaqueiro contou que já ficou até um ano sem encontrar a mãe.
    • Zé Vaqueiro é contratado do escritório Vybbe, do cantor Xand Avião, uma das principais empresas de forró do Brasil. Em 2020 ele e Ingra tiveram o primeiro filho, Daniel.

TELEFONE

(87) 9667-7054

[email protected]

Av. Antônio Pedro da Silva, 917 – Centro, Ouricuri – PE, 56200-000