Veneno de cobra brasileira pode ajudar a inibir vírus da covid-19, diz estudo

cobra
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on google
Share on twitter
Cobra Jararacuçu tem proteína capaz de conter a reprodução do vírus da doença

NE10 INTERIOR

De acordo com um estudo do Instituto de Química da Unesp, o veneno da cobra Jararacuçu possui uma proteína que é capaz de conter a reprodução do vírus da covid-19. Os testes em laboratório apontaram que o veneno conseguiu inibir a capacidade do vírus se reproduzir nas células de macacos em 75%.

O instituto deseja produzir um medicamento para conter o vírus antes que ele possa comprometer o organismo humano.

O peptídeo da cobra Jararacuçu é uma molécula que bloqueia uma das enzimas da covid-19 responsáveis pela multiplicação do vírus nas células do ser humano. A PLPro, enzima que faz este trabalho, é encontrada nas variantes de SARS-CoV-2.

Como foram feitos os testes

Nos testes, os químicos retiraram as células de macacos e incluíram o peptídeo da cobra nessas culturas. Após uma hora, o vírus da covid-19 foi adicionado. Dois dias depois, os químicos avaliaram os resultados. Agora, eles desejam descobrir os possíveis efeitos colaterais e o poder do peptídeo em dosagens diferentes.

Essa descoberta foi publicada na revista Molecules.

*Com informações da IstoÉ Dinheiro

TELEFONES

(87) 3873 1857

   (87) 9 9642-7899

[email protected]

BR 316, KM 21,7 – S/N, Vila Conceição — Araripina – PE