Senado aprova projeto que prevê pena de até 3 anos de prisão para quem furar fila de vacinação contra covid

f75b0389bc_vacina_astrazeneca_covid
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on google
Share on twitter
Projeto de lei também estabelece direitos em relação à imunização

Por NE10 Interior
Foi aprovado pelo Senado nessa terça-feira (16) o projeto de lei que estabelece direitos em relação à vacinação contra covid-19. Está incluído no texto a pena de até três anos de detenção para quem furar a fila de vacinação.

A proposta é do senador Styvenson Valentim (Podemos-RN) e segue para votação na Câmara dos Deputados.

Penalidade para quem furar fila

Segundo o texto, está prevista uma pena de um a três anos de multa para quem “infringir a ordem de prioridade da vacinação. Essa pena pode ser aumentada de um terço à metade se o agente, sabendo da irregularidade, é autoridade ou funcionário público.

Direitos

As pessoas poderão ter um acompanhante durante a vacinação, de acordo com o texto. Além disso, a proposta também permite que os vacinados tirem fotos ou gravem vídeos do momento da vacinação.

As pessoas também poderão acompanhar o ato de marcação do lote da imunização aplicada no cartão de vacinação.
A proposta define uma pena de seis meses a dois anos de detenção e também multa para os agentes de saúde ou demais servidores que desrespeitarem os direitos.

TELEFONES

(87) 3873 1857

(87) 3873 1366

[email protected]

BR 316, KM 21,7 – S/N, Vila Conceição — Araripina – PE