Segurança de Bolsonaro é internado em estado grave com coronavírus

bolsonaro-ato-brasilia-e1584302769292
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on google
Share on twitter

Ari Celso Rocha Lima de Barros, de 39 anos, foi internado no Hospital de Base, no DF. Ele não estava na comitiva que viajou com Bolsonaro aos EUA.

Ari Celso Rocha Lima de Barros, de 39 anos, que trabalha como segurança de Jair Bolsonaro foi internado na noite desta quarta-feira (25) no Hospital de Base, no Distrito Federal, e está em estado grave.

Ele é capitão da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) e foi diagnosticado com a doença em 18 de março. Desde então, cumpria isolamento domiciliar. Mas, segundo a família, o quadro piorou.

“Ontem se sentiu mal e foi internado no Hospital de Base”, disse a mãe do segurança, dona Julmar Rocha de Lima de Barros, ao site Metrópoles. Ela confirmou que o filho “sempre” viaja com Bolsonaro. “E eu acredito que esse vírus ele adquiriu nessas viagens que fez”.

No entanto, ele não estava na comitiva que viajou com Bolsonaro aos Estados Unidos, onde ao menos 24 membros foram contaminados.

Com a confirmação desse caso, subiu para 25 o número de pessoas próximas ao presidente que testaram positivo para o novo coronavírus. A maioria dos infectados foi com ele na viagem aos Estados Unidos, no início do mês, quando se encontrou com o mandatário americano, Donald Trump.

TELEFONES

(87) 3873 1857

(87) 3873 1366

[email protected]

BR 316, KM 21,7 – S/N, Vila Conceição — Araripina – PE