Roberto Carlos foi um dos últimos a falar com seu ‘irmão camarada’: ‘Minha dor é muito grande’ Pouco antes de o Tremendão morrer, a mulher dele ligou para o rei e disse que o amigo estava perto do fim. Roberto falou algumas palavras ao telefone para Erasmo, que morreu pouco depois.

roberto-carlos-especial-rc-erasmo-carlos-i0002682.t52850f3f.m2048.x1f-64sv2oe-vep4g
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on google
Share on twitter

O rei Roberto Carlos guardou para ele as últimas lembranças do “irmão camarada” Erasmo Carlos, que morreu aos 81 anos.

Na manhã desta terça (22), pouco antes de o Tremendão morrer, Fernanda Passos, mulher de Erasmo, ligou para o rei e disse que o amigo estava perto do fim. Roberto, então, pediu que ele pusesse o telefone perto do ouvido e falou algumas palavras. Pouco tempo depois, veio a triste notícia.

Mais tarde, Roberto Carlos gravou uma mensagem de áudio, a pedido do Jornal Nacional, em que falou sobre a dor de perder Erasmo.

“Minha dor é muito grande. Nem sei como dizer tudo o que eu penso desse meu amigo, desse meu amigo querido, meu grande irmão, meu ídolo… Por tudo, pela sua lealdade, sua inteligência, sua bondade, por tudo o que eu conheço dele. Um ser humano maravilhoso esse meu irmão. É um privilégio pra mim ter um amigo assim, um irmão, por todos esses anos”, disse Roberto.

Roberto continuou: “Difícil encontrar palavras pra falar desse cara… Esse cara, o meu amigo Erasmo Carlos. Ele viverá sempre no meu coração. Que nosso Deus de bondade o proteja e o abençoe sempre. Amém, amém, amém”.

TELEFONE

(87) 9667-7054

[email protected]

Av. Antônio Pedro da Silva, 917 – Centro, Ouricuri – PE, 56200-000