PREFEITO RAIMUNDO PIMENTEL E PRESIDENTE DA CÂMARA RECEBEM RECOMENDAÇÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL SOBRE ABUSO DE AUTORIDADE NA PUBLICIDADE ELEITORAL

mpe
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on google
Share on twitter

O promotor Fábio de Sousa Castro,  da 84ª Zona Eleitoral, emitiu uma recomendação (nº 003/2020) ao prefeito Raimundo Pimentel e ao presidente da Câmara de vereadores Evilásio Mateus, relacionada à propaganda eleitoral e O ABUSO DE AUTORIDADE NA PUBLICIDADE.

O Ministério Público é o defensor da ordem jurídica, do regime democrático e dos interesses da população e, exercendo o papel que lhe é atribuído, atua para evitar o abuso de poder político e econômico e de práticas eleitoreiras de promoção pessoal direcionada para enaltecer os gestores de plantão e seus apaniguados políticos, instrumento de desequilíbrio em qualquer pleito.

A recomendação veio após supostas denúncias sobre as propagandas que o prefeito Raimundo Pimentel publicou em diversos tipos de redes socias ao lado do presidente da Câmara e pré-candidato a vice, o vereador Evilásio Mateus.  Nas  postagens, o prefeito tenta passar a imagem de uma Araripina que não condiz com a realidade dos últimos três anos e meio de sua gestão que continua sendo mal avaliada pela maioria da população, além de usar a Prefeitura de Araripina para enaltecer sua própria figura, realizando campanha eleitoral fora do período permitido e, o mais grave, com o uso da máquina pública, desrespeitando os mais básicos princípios constitucionais e éticos aos quais todos os cidadãos devem respeito.

Confira um trecho da recomendação e clique no link para acessar o documento completo:

RECOMENDAÇÃO 003.2020 – INIBIR O ABUSO DE AUTORIDADE NA PUBLICIDADE OFICIAL- assinado

CONSIDERANDO que a distribuição de cartilha, produzida com emprego de dinheiro público (verba da municipalidade), contendo inúmeras referências ao nome do gestor público ou de qualquer agente público, candidato à reeleição, além de fazer maciça veiculação da imagem do prefeito em eventos junto à população, inspecionando obras e participando ativamente na condução destas, enaltecendo-o e exaltando-o, às vésperas do período eleitoral, fere o princípio da impessoalidade, já que o conteúdo da mesma praticamente coincide com sua proposta de campanha, sendo raros os trechos de caráter educativo, informativo ou orientação social, o que lhe proporciona vantagem em detrimento dos demais candidatos, configura, assim, abuso de poder político ou de autoridade, com gravidade suficiente para comprometer a lisura e a legitimidade do pleito;

AO PREFEITO MUNICIPAL: Abstenção de qualquer comportamento positivo ou omissivo, no exercício do cargo ou em função dele, que implique em descumprimento efetivo e/ou conivência com o desrespeito às disposições legais acima especificadas, bem como expedição de ofício circular a todos os agentes públicos do ente municipal, com o fim exclusivo de dar-lhes ciência da proibição legal em referência, podendo, para tanto, remeter cópia da presente recomendação por meio de cópia ou mesmo digitalizada; 2) AO PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL: Abstenção de qualquer comportamento positivo ou omissivo, no exercício do cargo ou em função dele, que implique em descumprimento efetivo e/ou conivência com o desrespeito às disposições legais acima especificadas, bem como expedição de ofício circular a todos os Parlamentares daquela Casa Legislativa e também aos agentes públicos do referido Poder, com o fim exclusivo de dar-lhes ciência da proibição legal em referência, podendo, para tanto, remeter cópia da presente recomendação por meio de cópia ou mesmo digitalizada;

 

TELEFONES

(87) 3873 1857

(87) 3873 1366

[email protected]

BR 316, KM 21,7 – S/N, Vila Conceição — Araripina – PE