Policiais civis de Pernambuco poderão acumular cargos

D66F80EB-3E4F-44E3-9590-F07F7350722D
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on google
Share on twitter

Foi aprovado, na tarde desta terça-feira (10/05), pela Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), o projeto de lei 3215/2022, que permite o acúmulo de cargos para integrantes da Polícia Civil. O direito foi assegurado através de emenda apresentada pelo presidente da Alepe, deputado Eriberto Medeiros (PSB), ouvindo a demanda das categorias atendidas e promovendo o diálogo com o Governo do Estado, através do governador Paulo Câmara, do Procurador Geral do Estado, Ernani Medicis, e do Secretário de Defesa Social, Humberto Freire, e do chefe de Polícia Civil, Nehemias Falcão. A proposição segue para sanção do governador a partir desta quarta-feira (11/05).

Segundo a emenda apresentada pelo deputado Eriberto Medeiros, será permitido ao profissional da Polícia Civil ter dois vínculos, acumulando o trabalho da corporação com as atividades de magistério e empregos privativos de profissionais da saúde, seja no âmbito público ou privado. O propósito da medida é atender um anseio dos profissionais da segurança, que há anos reivindicavam essa condição, trazendo segurança jurídica.

Essa conquista foi construída de forma muito positiva, com diálogo, com disposição de ajudar, de compreender a necessidade dos profissionais que estão na luta. Muitos têm a possibilidade de conciliar o serviço público com outras atividades externas, especialmente na área de educação e saúde”, afirmou o presidente. “Buscamos envolver todos nesse debate. O governador Paulo Câmara e toda a sua equipe tiveram a sensibilidade, mandando para a Assembleia essa proposta que foi abraçada por todos os deputados e deputadas, por unanimidade, dando melhores condições de trabalho para aqueles que se dedicam a combater a criminalidade”, afirmou Eriberto.

TELEFONE

(87) 9667-7054

[email protected]

Av. Antônio Pedro da Silva, 917 – Centro, Ouricuri – PE, 56200-000