Policiais civis de Pernambuco descartam greve no Carnaval 2020

POLICIAIS
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on google
Share on twitter

A deliberação aconteceu nesta terça-feira (18), após reunião com o representantes do governador Paulo Câmara no Palácio do Campo das Princesas

Publicado em 18/02/2020, às 13h55 por JC ONLINE

 

A deliberação aconteceu nesta terça-feira (18), após reunião com o representantes do governador Paulo Câmara no Palácio do Campo das Princesas
Foto: Filipe Jordão/JC Imagem
Cássio Oliveira e Elton Ponce

Os Policiais Civis de Pernambuco descartaram realizar greve da categoria no período do Carnaval 2020. A deliberação aconteceu nesta terça-feira (18), após reunião com o representantes do governador Paulo Câmara (PSB), no Palácio do Campo das Princesas, área central do Recife.

Pela manhã, a categoria saiu em passeata pelas ruas do Centro do Recife. Aos gritos de ”governador, vai pegar mal, se a polícia parar no Carnaval”, os policiais, todos vestidos de preto, com camisetas do Sinpol, chegaram ao Palácio por volta das 12h30.

A liderança do movimento dos policiais negociou com o secretário-executivo da Casa Civil, Eduardo Figueiredo. “A nossa pauta de reivindicações já estava com o governo desde o ano passado. O secretário colocou ela na mesa e disse que no dia 11 de março, às 14h30, haveria uma negociação referente à questão da melhoria do plano de cargos, carreiras e vencimentos de forma concreta. A gente está dando esse voto de confiança ao governo do Estado e não vamos paralisar no Carnaval”, declarou o presidente do Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco (Sinpol), Áureo Cisneiros.

PAULO CÂMARA

Questionado sobre o pleito dos policiais, o governador Paulo Câmara (PSB) informou, ao deixar assembleia da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), que sempre estará aberto ao diálogo, mas que possui limitações para conceder reajustes salariais.

“Nos últimos anos nós fizemos um processo de valorização das nossas polícias que nunca ocorreu em Pernambuco e hoje nós temos um dos salários mais altos do Brasil. (…) Agora temos que ver as restrições. O Estado está acima do limite de responsabilidade fiscal, isso é um fato que não tem como mudar. Agora é sentar e ver formas de melhorar a qualidade do trabalho, isso a gente está fazendo desde sempre e vamos continuar fazendo”, disse o governador.

Após a reunião no Palácio, os representantes dos policiais voltaram ao carro de som que acompanhou a caminhada e pediram que os presentes deliberassem sobre paralisar ou não. Ampla maioria levantou a mão votando pela continuidade dos trabalhos. Assim, a greve foi descartada. Pelo menos, até o próximo dia 11 de março.

“A gente está respeitando a principal festa popular do povo pernambucano. Muita gente foi lá nas minhas redes sociais, houve críticas, a gente entendeu que o povo estava temeroso por uma paralisação dos policiais civis e diante dessa sensibilidade nossa, nós não vamos paralisar as atividades no Carnaval”, explicou Áureo.

 

TELEFONES

(87) 3873 1857

(87) 3873 1366

[email protected]

BR 316, KM 21,7 – S/N, Vila Conceição — Araripina – PE