Papa espera reprogramar viagem para África “o mais rápido possível” Francisco cancelou a viagem devido às dores no joelho direito

000-329h842.jpg
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on google
Share on twitter

O papa Francisco afirmou neste domingo (12) que espera visitar a República Democrática do Congo (RDC) e o Sudão do Sul o mais rápido possível, depois de ser obrigado a cancelar a viagem devido às dores no joelho direito.

“Realmente sinto um grande pesar por ter sido obrigado a adiar esta viagem, que tanto desejava. Peço desculpas por isto”, disse.

“Rezemos juntos para que, com a ajuda de Deus e os cuidados médicos, possa estar entre vocês o mais rápido possível. Tenhamos esperança!”, acrescentou o papa.

O Vaticano anunciou na sexta-feira que a viagem, prevista para acontecer de 2 a 7 de julho, será reprogramada, mas ainda não definiu uma nova data.


“A pedido dos médicos, e com o objetivo de não comprometer os resultados de uma terapia do joelho ainda em curso, o Santo Padre lamenta ver-se obrigado a adiar a viagem”, anunciou em um comunicado o diretor de imprensa da Santa Sé, Matteo Bruni.

Francisco tem sofrido com dores no joelho direito nas últimas semanas. No mês passado ele apareceu de cadeira de rodas em um evento público.

O papa cancelou vários compromissos – adiou uma viagem ao Líbano prevista para junho – e já foi observado algumas vezes com dificuldade para caminhar. O Vaticano não revela oficialmente qual é o problema.

O próprio Francisco falou sobre um ligamento lesionado no joelho.

TELEFONE

(87) 9667-7054

[email protected]

Av. Antônio Pedro da Silva, 917 – Centro, Ouricuri – PE, 56200-000