Otan vê sinais de que Rússia prepara um ‘ataque total’ à Ucrânia Alerta foi dado pelo secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg

otan-09022022162126965
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on google
Share on twitter

“Todos os sinais indicam que a Rússia está planejando um ataque total à Ucrânia”, afirmou o secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, à televisão alemã ARD neste sábado (19).
“Todos concordamos que o risco de um ataque é muito alto”, acrescentou Stoltenberg, que participou da Conferência de Segurança de Munique

Evidências sugerem que a Rússia está planejando “a maior guerra na Europa desde 1945”, disse o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, em entrevista à BBC.

“Todos os sinais são de que o plano já começou em alguns sentidos”, afirmou ele.

“As pessoas precisam entender o enorme custo na vida humana que isso pode acarretar”, disse o premiê britânico.

Johnson está Munique, na Alemanha, onde os líderes mundiais estão reunidos para uma conferência anual de segurança.

As últimas estimativas do governo dos Estados Unidos sugerem que entre 169 mil e 190 mil soldados russos estão agora estacionados ao longo da fronteira da Ucrânia, tanto na Rússia quanto na vizinha Belarus — mas esse número também inclui rebeldes no leste da Ucrânia.

Johnson também afirmou que o Reino Unido introduziria sanções ainda mais abrangentes contra a Rússia do que as consideradas anteriormente.

Ele disse que o Reino Unido e os EUA impedirão as empresas russas de “negociar libras e dólares” — uma medida que, segundo ele, “atingiria muito, muito duramente” com seu impacto.

As sanções sugeridas anteriormente incluem ampliar o escopo de pessoas e empresas russas que o Reino Unido poderia visar.

Autoridades ocidentais alertaram nas últimas semanas que Moscou pode estar se preparando para invadir a qualquer momento, mas o governo russo negou as alegações, dizendo que as tropas estão realizando exercícios militares na região.

Boris Johnson alertou que "vamos testemunhar a destruição de um estado democrático" se a Ucrânia for invadida
Boris Johnson alertou que “vamos testemunhar a destruição de um estado democrático” se a Ucrânia for invadida

TELEFONE

(87) 9667-7054

[email protected]

Av. Antônio Pedro da Silva, 917 – Centro, Ouricuri – PE, 56200-000