No dia Nacional do Homem, o médico urologista Dr. Thales Coutinho chama atenção sobre cuidados com a saúde masculina

WhatsApp Image 2022-07-15 at 14.22.39
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on google
Share on twitter

O dia 15 de julho é lembrado como o Dia Nacional do Homem, uma data que pode ser dedicada a se pensar sobre a saúde masculina porque este é um tema de interesse em saúde pública ao se constatar indicadores de violência, adoecimento e morte sobre essa população, sendo maior que qualquer outra.

A vulnerabilidade da saúde do homem está relacionada a peculiaridades do trabalho, comportamento social relacionado a violência e cultura do descuido da saúde. O Ministério da Saúde já identificou que as mulheres são mais cuidadosas com a saúde em relação aos homens, e que esses, carecem de políticas de incentivo à quebra de paradigmas machistas que os afastam das práticas de cuidado em saúde.

Nesse contexto, é necessário fazer a seguinte pergunta: por que os homens não buscam cuidados em saúde? Mesmo que a sociedade e estudiosos já tenham estabelecido discussões efetivas sobre o assunto, ainda é forte o comportamento que descende em linha histórica-cultural onde há um forte senso de masculinidade exagerada, no qual o homem, não pode demonstrar fraqueza. E, por esse motivo, há o afastamento da busca por cuidado à saúde, seja na prevenção de doenças ou para tratamento das mesmas, o que o colocaria em situação de vulnerabilidade ou fraqueza.

E para falar mais sobre saúde do homem e prevenção, o Programa Tribuna Livre 2ª Edição desta sexta-feira 15/07/22 entrevistou o médico urologista, Dr. Thales Coutinho. Ouça a entrevista na íntegra:

 

 

TELEFONES

(87) 3873 1857

(87) 9 9642-7899

[email protected]

BR 316, KM 21,7 – S/N, Vila Conceição — Araripina – PE