Morre Orlando Drummond, famoso por dublar ‘Scooby-Doo’ e interpretar ‘Seu Peru

1_assets_fotos_3_orlando_drummond_participa_do_ultimo_episodio_da_5a_temporada_de_escolinha_8c2ffcf3fe09-17535327
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on google
Share on twitter

O mundo da dublagem deu adeus à um dos pioneiros da profissão no Brasil. Aos 101 anos, o ator e dublador Orlando Drummond teve a morte confirmada nesta terça-feira (27). A informação foi revelada pelo colunista Ancelmo Gois, do O Globo. O artista morreu em casa, no bairro de Vila Isabel, na Zona Norte do Rio de Janeiro, devido à falência múltipla dos órgãos. Em março deste ano, o artista se vacinou contra a covid-19. No entanto, passou dois meses internado em um hospital no Rio de Janeiro para tratar de uma infecção urinária.

Fez o Scooby-Doo por 41 anos, até 2013, sendo também a voz mais conhecida do Popeye e do Corujão na franquia do Ursinho Pooh; além de dublar ALF em ALF, o ETeimoso; Vingador em Caverna do Dragão. Orlando Drummond também foi a voz do Patolino e do Frajola nos anos 70, do Gargamel nas animações e Papai Smurf nos filmes dos Smurfs.

Um dos maiores dubladores

A carreira de Orlando Drummond começou em 1942 como contrarregra em uma rádio. A dublagem entrou na vida dele na década de 1950. O trabalho profissional perdurou até junho de 2015, quando precisou se aposentar após sofrer um acidente. Antes disso, Orlando Drummond entrou para o Livro Guinness dos Recordes por dublar Scooby-Doo por mais de 35 anos. Ele deixou de fazer o personagem na 1ª temporada série Scooby Doo – Mistério S/A, por causa de uma exigência da Warner, sendo substituído então por Reginaldo Primo.

Carreira na televisão

Apesar de ter décadas de sucesso na dublagem, o grande público só conheceu o rosto de Orlando Drummond pelo personagem Seu Peru, no qual ele interpretou da Escolinha do Professor Raimundo e no programa Zorra Total entre 1999 e 2013 (interpretando também diversos personagens). Em novelas, a primeira participação ocorreu em Caça Talentos, interpretando Zaratustra de 1996 a 1998.

TELEFONES

(87) 3873 1857

   (87) 9 9642-7899

[email protected]

BR 316, KM 21,7 – S/N, Vila Conceição — Araripina – PE