Moro se opõe a Bolsonaro e forma núcleo de apoio a Mandetta com Guedes

15856506935e831c058c309_1585650693_3x2_md
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on google
Share on twitter

Apesar de não estar sendo muito visto nas últimas entrevistas coletivas do Governo, o ministro Sergio Moro (Justiça) acabou se unindo, nos bastidores, junto com Paulo Guedes (Economia) no apoio ao colega Luiz Henrique Mandetta (Saúde) e na defesa da manutenção das medidas de distanciamento socil e isolamento total da população no combate à crise do coronavírus.

Desta forma, o isolamento político do chefe da República aumenta diante do apoio que Mandetta já vem tendo da cúpula do Legislativo e do Judiciário. Como exemplo temos o presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Dias Toffoli, que destacou, nesta segunda-feira (30), a necessidade do isolamento social.

Nos últimos dias, Moro teria deixado claro a pessoas próximas e a colegas da Esplanada a sua insatisfação com as atitudes recentes de Bolsonaro, como o passeio a pontos de comércio de Brasília no domingo (29).

A posição do ex-juiz da Lava Jato sobre a pandemia se tornou pública por meio de publicações em suas redes sociais. Moro disse estar em “auto isolamento” no último fim de semana.

Mora não segue estritamente a cartilha do presidente sobre a pandemia. Ele tem defendido, além do isolamento, saídas técnicas para enfrentá-la. Em uma reunião, por exemplo, o ministro disse que a Presidência não pode ser tratada como um “patrimônio pessoal”.

TELEFONES

(87) 3873 1857

(87) 3873 1366

[email protected]

BR 316, KM 21,7 – S/N, Vila Conceição — Araripina – PE