Lula diz que PSB não pode tratar PT de forma pequena e defende nomes de Humberto e Marília

marilia-lula-e-humberto
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on google
Share on twitter

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) defendeu a aliança entre PT e PSB, mas ponderou que a sigla aliada deve respeitar os projetos de lideranças petistas. O pré-candidato a presidente da República sinalizou que o PT tem legitimidade para lançar um pré-candidato ao Governo de Pernambuco. Ele citou os nomes do senador Humberto Costa (PT) e da deputada federal Marília Arraes (PT) como opções.

O PSB quer o apoio dos petistas em seis estados: Pernambuco, Rio Grande do Sul, Espirito Santo, Rio de Janeiro, Acre e São Paulo. Contudo, lideranças do PT estão lançando projetos majoritários nesses estados considerados estratégicos para os socialistas.

Um dos estados considerados mais tensionandos entre PT e PSB é São Paulo, onde Márcio França (PSB) e Fernando Haddad (PT) estão com os nomes colocados na disputa. Na entrevista, Lula disse ter respeito por França, mas defendeu o nome de Haddad. “Eu acho, com toda modesta, que o PT nunca esteve tão próximo de ganhar o governo (de São Paulo) como agora”.

TELEFONE

(87) 9667-7054

[email protected]

Av. Antônio Pedro da Silva, 917 – Centro, Ouricuri – PE, 56200-000