Estudantes com deficiência auditiva vão ter acesso à tecnologia do SUS.

364550,475,80,0,0,475,365,0,0,0,0
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on google
Share on twitter

O prazo máximo para efetivar a oferta ao SUS é de 180 dias

Por: Agência Brasil em 20/02/20 às 08H21, atualizado em 20/02/20 às 08H28

Sistema Único de Saúde (SUS)Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Os estudantes com deficiência auditivo, de qualquer nível acadêmico, vão poder usar a tecnologia do Sistema de Frequência Modulada Pessoal, do Sistema Único de Saúde (SUS), para o tratamento de sua dificuldade de auditiva.

A decisão do Ministério da Saúde consta da Portaria nº 3, de 19 de fevereiro, publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (20). O prazo máximo para efetivar a oferta ao SUS é de 180 dias, a contar a partir desta quinta (20).

O relatório de recomendação da Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde (Conitec) sobre essa tecnologia está disponível no site do Conitec.

O relatório diz que “o Sistema FM é considerado uma alternativa dentre outros materiais e recursos da tecnologia assistiva utilizados por alunos com deficiência auditiva, visando auxiliar a integração educativa-escolar”.

TELEFONES

(87) 3873 1857

(87) 3873 1366

[email protected]

BR 316, KM 21,7 – S/N, Vila Conceição — Araripina – PE