Caso Beatriz: mãe da menina assassinada fala ao Tribuna Livre

screenshot-1
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on google
Share on twitter

Lucinha Mota, mãe de Beatriz falou ao Tribuna Livre 1ª Edição desta segunda feira 26 e deu detalhes do andamento do caso. Acompnhe essa e outras notícias na íntegra do Tribuna Livre:

Empresa “Criminal Investigations Training Group”, dos Estados Unidos, se colocou à disposição para contribuir com as investigações do caso.

Cinco anos e quatro meses após o assassinato de Beatriz Angélica Mota, a autoria do crime não foi descoberta. A menina foi encontrada morta, dentro do Colégio Nossa Senhora Auxiliadora, com 42 marcas de facadas no corpo. O caso que chocou o município de Petrolina, no Sertão de Pernambuco ganhou projeção internacional. Essa repercussão chamou atenção da empresa “Criminal Investigations Training Group”, dos Estados Unidos, que se colocou à disposição para contribuir com as investigações do caso.

TELEFONES

(87) 3873 1857

   (87) 9 9642-7899

[email protected]

BR 316, KM 21,7 – S/N, Vila Conceição — Araripina – PE